iLivro

Tutorial 19º Andar (Parte 2)

A criança estava se escondendo atrás da árvore apenas com a cabeça espiando. Eu chequei a criança mais uma vez.

Eu percebi que era apenas um gato assustado, mas parece que a criança também era muito bondosa.

A criança só comeu dois pedaços do kabab, a carne e o pimentão, limpou a área e até fez uma plataforma para o kabab.

O que eu não conseguia entender era o porque a criança ainda estava babando. Parece que esse patife ainda está com muita fome.

Além disso, parecia que a criança passou fome por um longo tempo. O corpo da criança não parecia estar em boas condições.

 

Isso é possível?

Depois de perder a cabeça por causa da fome, as pessoas faziam qualquer coisa, até tomar comida dos outros.

Como poderia uma criança tão faminta simplesmente deixar comida descuidada para trás, comer alguns pedaços para que não fosse perceptível, e depois ir embora?

 

Tenho certeza de que a criança gastou mais energia limpando do que a quantia obtida ao comer os pedacinhos que comeu.

As folhas molhadas e pequenos galhos no chão foram todos limpos longe da fogueira.

Até mesmo pedras afiadas no chão foram arrumadas de modo que as superfícies mais planas fossem voltadas para cima. Superfícies irregulares no chão foram preenchidas também.

O comportamento desse patife é muito diferente do que eu esperava.

Foi o suficiente para me fazer entrar em pânico.

 

Eu pensei sobre isso por um momento antes de abrir a boca novamente.

 

“Ah, acho que devo dormir agora. Eu gostaria que alguém comesse a comida que sobrou.”

 

Com essa breve frase, me afastei da fogueira.

Depois de caminhar cerca de 30 passos, eu trouxe um tapete de dormir, coloquei no chão e sentei encostado em uma árvore.

Assim, fechei os olhos e parei de me mexer.

 

Eu fiz isso porque eu estava me perguntando se a criança poderia ficar mais à vontade para comer a comida se eu ficasse assim a noite toda.

Felizmente, como eu esperava, esse patife se aproximou lentamente da fogueira, fazendo pequenos progressos a cada cinco minutos.

Calculei que levaria um pouco mais de uma hora para a criança chegar à fogueira.

Espero que a criança coma o kabob e os outros alimentos.

Eu direcionei meus pensamentos para longe disso depois.

 

Eu estava sempre com pouco tempo e havia muito o que pensar.

A maior prioridade agora era a habilidade Coletar Almas.

Foi a habilidade que eu obtive depois de concluir o 18º andar.

O Deus da Morte me presenteou com a habilidade de poder enquanto revelava que vinha dele. Deus da Morte nunca havia feito isso antes.

Outras habilidades do Deus da Morte que foram presenteadas para mim não tinham indicações especificando sua origem no Deus da Morte. Em vez disso, elas apenas disseram que as habilidades foram oferecidas por um deus que não desejava revelar a identidade.

Parecia que o Deus da Morte estava agora realmente interessado em mim.

 

De qualquer forma, agora eu já tenho três habilidades oferecidas pelo Deus da Morte.

Invocação dos Mortos, Roubo de Alma e Coletar Almas…

O Grito da Alma não é uma habilidade de poder, mas é provável que esteja relacionada ao Deus da Morte.

Isso significa que recebi quatro habilidades do Deus da Morte.

Eu me pergunto se eu poderia acabar sendo o apóstolo do Deus da Morte.

 

[Deus da Aventura está se sentindo ansioso.]

[Deus da Lentidão está bufando e tirando sarro de alguém.]

 

Parecia que até mesmo o Deus da Aventura estava se sentindo desconfortável.

Enquanto isso, parece que o Deus da Lentidão está se sentindo confiante.

Bem, o Deus da Aventura sempre se sentia ansioso, mesmo quando havia apenas o Deus da Lentidão para competir contra.

 

Ainda assim, acho que vou escolher o Deus da Lentidão ou o Deus da Aventura, não algum outro deus.

Dos dois, eu estou inclinado mais para o Deus da Lentidão.

No passado, achei que minhas características eram mais próximas às do Deus da Aventura.

Me tornei cada vez mais certo disso depois de encontrar os monges no 13º Andar.

 

O Deus da Lentidão queria que o processo de repetição alcançasse resultados. Enquanto isso, o Deus da Aventura era tudo sobre ter um objetivo e superar dificuldades no processo. Eu achava que as características do Deus da Aventura estavam mais próximas de mim do que qualquer outro.

Os monges valorizavam o crescimento e os duelos. Quanto a mim, eu valorizei a vitória como resultado.

No entanto, ultimamente, minha posição sobre o assunto estava mudando lentamente.

Eu definitivamente sou diferente dos monges. Eu quero ganhar e receber as recompensas.

No entanto, o que eu quero não é uma conclusão grande e final. Eu só quero ganhar e continuar ganhando.

Eu quero alcançar vitória após vitória e pegar as recompensas delas.

 

Eu poderia me entender mais facilmente pensando nos meus velhos tempos como jogador profissional.

Mesmo assim, eu só queria ganhar.

Meus colegas jogadores queriam obter vitórias para vencer o torneio inteiro e ficar no auge. Esse era o objetivo deles. Enquanto isso, eu só queria ganhar e ganhar.

Além disso, eu queria ficar no topo indefinidamente.

 

Em vez de pensar na vitória como resultado, se alguém pensa em vitória como o processo, então minhas características são muito semelhantes ao Deus da Lentidão.

É provavelmente por isso que os monges achavam que meus valores eram semelhantes aos deles.

 

[Deus da Lentidão está olhando para alguém e sorrindo]

[Deus da Aventura está gritando e fugindo do quarto de alguém.]

 

Ainda assim, não era como se eu fosse incompatível com as características do Deus da Aventura.

De qualquer forma, romper as dificuldades e obter a vitória e a recompensa está alinhado com a personalidade do Deus da Aventura.

No passado, eu não estava interessado em meus companheiros, pessoas ao meu redor e meus inimigos. Agora, tenho sido muito consciente de outras pessoas e às vezes me esforcei para compreendê-las.

Eu acho que talvez eu esteja me tornando mais parecido com a personalidade do Deus da Aventura.

 

[Deus da Aventura de repente parece melhor.]

[Deus da Aventura sorriu e voltou para o quarto de alguém.]

[Deus da Lentidão está dizendo a alguém para sair.]

 

O Deus da Aventura e o Deus da Lentidão têm algumas partes de suas características que são contraditórias entre si, mas acredito que seus valores possam coexistir.

Eu não posso ter certeza de qual deus é o mais adequado para mim ainda.

 

Vamos voltar para a habilidade Coletar Almas.

 

[Coletar Almas (Lv. Max)]

Descrição: Depois de pensar sobre isso por um longo tempo, o Deus da Morte deu o poder para o desafiante que o deus tinha mais interesse ultimamente.

Apesar de cuidadoso, o Deus da Morte também é impaciente. O deus já está lamentando sua decisão.

 

Quando ativada, as almas dos seres neutralizados serão coletadas. Você pode usá-los como seus subordinados.

As almas coletadas durarão um mês.

As habilidades do Coletar Almas serão proporcionais às habilidades do usuário e sua compatibilidade com a alma, além das habilidades originais da alma antes da morte.

Quando ativado, o poder divino do Deus da Morte é usado, então a habilidade não requer nenhum poder do usuário, como mana, concentração mental ou poder sagrado.

 

Graças à ajuda de Kiri Kiri, havia mais descrições agora.

A partir da descrição, parecia ser mais uma habilidade de escravidão de alma do que uma habilidade de coletar almas.

 

Antes de me despedir de Kiri Kiri ontem, ela me deu um pequeno papel. Eu abri e olhei o que dizia.

Surpreendentemente, o papel continha escrita em coreano, embora as letras não fossem escritas muito bem.

Eu não sabia que Kiri Kiri também poderia escrever coreano.

O papel era simples.

 

[Como usar Coletar Almas!]

  1. Derrote o inimigo.
  2. Como a primeira parte de Coletar Almas, colete a alma (pode ser melhor se você usar o Roubo de Alma ao mesmo tempo).
  3. Como a segunda parte do Coletar Almas, invoque a alma.

PS. Certifique-se de me comprar um bolo na próxima vez.

 

Agora que eu li, percebi que o papel não era diferente da descrição da habilidade.

Só tinha uma dica adicional sobre o uso simultâneo de Roubo de Alma.

O papel não é tão útil assim.

Talvez Kiri Kiri ainda estava sentindo pena sobre o 18º andar, então ela decidiu me dar um pequeno serviço.

Ou talvez ela quisesse apenas me dizer para comprar um bolo para ela.

Pensando assim, coloquei o papel no inventário.

 

A habilidade Coletar Almas me faz pensar em Pokémon. Eu não posso evitar.

Eu pensei que provavelmente seria similar se eu realmente a usasse.

Monstro Espiritual, Vá!

Algo assim.

Agora que eu disse isso, parece um daqueles jogos de celular comuns.

Eu deveria experimentá-la quando tiver a chance.

 

Enquanto eu pensava em todos os tipos de coisas, uma folha molhada caiu no meu rosto.

A folha estava molhada como gotas de orvalho se reuniram sobre ela. A água estava fluindo pelo meu rosto.

Eu estava prestes a levantar a mão para me livrar da folha, mas notei uma mudança na criançinha raposa que estava hesitando perto da fogueira. A criança fez um movimento.

Eu estava preocupado que a criança estivesse com medo, então eu não me mexi. Em vez disso, esperei.

A criança estava a apenas dois passos da fogueira. O patife olhou para a fogueira e depois olhou para onde eu estava sentado. A criança ficou olhando para frente e para trás.

Está certo. Eu estarei sentado bem aqui quieto, então por favor coma.

 

De repente, a criança juntou as duas mãos no peito e apertou os punhos.

As mãos eram menores que pedrinhas.

O comportamento da criança é fofo de assistir.

Parecia que a criança finalmente decidiu comer o kabob.

A raposa assentiu vigorosamente e deu um passo à frente.

Parece que finalmente vai comer.

Eu perdi duas horas enquanto tentava fazer com que aquela criança comesse.

Se esse não é o triunfo da paciência humana, não sei o que… Huh?

 

A raposa ignorou o kabab bem na frente do nariz. Em vez disso, de repente, a criança começou a correr em minha direção.

O que? Hey hey! Por que você está vindo para cá?

Eu protestei internamente. Independentemente disso, a criança raposa correu em minha direção.

Isso é totalmente inesperado.

Primeiro, despertei minha concentração e fiz mana circular pelo meu corpo.

Eu achava estranho estar uma postura de combate quando uma criancinha como essa se aproximava de mim, mas esse lugar era a Dificuldade Inferno.

Eu tinha que estar preparado.

A criança raposa correu todo o caminho até a minha frente antes de parar a dois passos de distância de mim.

Parecia que a corrida esgotou a criança. A raposa levou um momento para acalmar sua respiração. Depois, a criança foi até a minha frente.

A criança raposa ficou na ponta dos pés e …

A criancinha pegou levemente a folha do meu rosto.

Depois disso, a criancinha limpou a sujeira e a água do meu rosto usando a mão dele.

Como se a criança pensasse que o trabalho estava feito, a criança se virou e rapidamente saiu correndo.

Atordoado, eu abri meus olhos e vagamente olhei para as costas da criança.

Com capa de chuva verde-escura gigantesca, a criança corria diligentemente para longe.

Aquele patife acabou de limpar a folha do meu rosto?

 

[Deus da Boa Vontade está feliz em ver o ato de alguém.]

 

Eu acho que essa é a primeira vez que vejo o Deus da Boa Vontade expressando algo além de tristeza por alguém.

 

A criança raposa voltou para a árvore que estava se escondendo.

A distância entre a criança e a fogueira aumentou para onde ele estava há uma hora.

… Huh… Oh meu deus… Que criança adorável.

 

***

 

No final, o patife não se aproximou da fogueira até a manhã do dia seguinte.

Durante toda a noite, as folhas caíram no meu rosto várias vezes, e a criança raposa correu para mim para limpá-las todas as vezes.

Eu fiquei surpreso no começo, mas depois disso, consegui aceitar enquanto sorria por dentro.

Com as pernas curtas, a criança correu em minha direção. Assistir a criança fazer isso me fez sentir feliz o tempo todo.

Teria sido melhor se a criança pegasse alguns pedaços de comida e os comesse enquanto fazia tudo isso.

 

Eu cocei a cabeça enquanto abri os olhos.

A floresta escura se tornou um pouco mais brilhante.

Eu verifiquei a localização da criança raposa novamente.

A criança ainda estava se escondendo atrás do grande tronco de árvore, que ficava a dez passos da fogueira. Além disso, levaria cerca de uma hora para a criança chegar lá.

 

Eu confirmei que a criança estava dormindo. Levantei-me e calmamente me aproximei da criança.

A capa de chuva era tão grande quanto a criança. Eu olhei para a criança aqui e ali.

 

Sua condição é pior do que eu pensava.

Desde o nascer do sol, o patife estava agachado atrás do tronco da árvore. Então, eu não sabia o quão doente a criança estava.

A criança raposa estava suando por todo lado. Seu rosto estava queimando em vermelho.

Sua testa estava quente como fogo também.

A criança era um gato assustado, mas não conseguiu acordar apesar de eu estar aqui e tocar a sua testa.

Como eu pensei, talvez eu devesse ter dado alguma coisa para a criança comer, mesmo que tivesse que pegar a criança.

Eu me arrependi um pouco.

Percebi que tinha desenvolvido um leve desgosto por fazer coisas que os outros não gostavam ou odeavam.

Não foi um bom sinal.

 

De qualquer forma, parecia que eu não precisava me preocupar com a criança acordando tanto quanto antes. Então, isso foi uma coisa boa.

Como disse no manual que Kiri Kiri me mostrou, eu trouxe o saco de dormir e a barraca e os montei. Eu coloquei pedras de calor ao redor para elevar a temperatura ambiente.

Primeiro, mandei o patife para dentro da barraca e despejei água morna na sua boca.

Eu estava preocupado com a água descendo de forma errada. Felizmente, isso não aconteceu.

Em seguida, fiz a criança beber alguns goles de uma poção de recuperação de vitalidade.

Depois que a poção entrou, a respiração e a cor facial melhoraram significativamente.

Infelizmente, eu não tinha uma poção que curasse o resfriado em si.

 

Eu havia removido a grande capa de chuva que a criança usava.

A criança era um garoto.

Sob a capa de chuva, ele estava usando um tecido parecido com um pano.

Eu senti pena de chamá-lo de roupa. A roupa estava rasgada e desgastada. Um dos lados dos ombros estava rasgado, expondo completamente o ombro daquele lado.

 

Envolvi meu dedo com mana para cortar a roupa para despir a criança.

Não foi estranho.

O garoto era mais novo que meu sobrinho.

Além disso, a criança era um garoto.

 

Assim, tirei todas as suas roupas e limpei seu corpo com uma toalha embebida em água morna. Depois disso, usei uma toalha seca e macia para limpar toda a água e vesti uma camiseta e calças de pijama.

Era bom que ele usasse uma camiseta grande. No entanto, as calças eram muito grandes.

Quando eu puxei as calças para cima, chegou aos ombros do garoto.

Bem, isso não importa.

Coloquei outra camisa mais grossa e coloquei-o no saco de dormir.

Com uma toalha de água morna, limpei o suor do rosto e do pescoço dele antes de sair da barraca.

Deveria estar bem se eu limpasse seu suor a cada poucos minutos.

Eu preciso fazer comida que essa criança raposa possa comer.

 

***

 

Embora as raposas comam qualquer coisa, ouvi dizer que elas gostam mais de frutas.

Eu acho que vi isso do Animal Planet.

 

Uma sopa de ovos com tomate quente com todos os tipos de legumes, algumas frutas, alguns ovos e uma sopa com carne moída deve ser suficiente.

 

A fogueira ainda queimava intensamente. Eu tirei utensílios de cozinha na frente dela.

Eu lidei com os legumes e carne enquanto esperava a água dentro da panela ferver.

 

Quando eu vi o tema para o 19º Andar, pela primeira vez, eu pensei que era uma fase tão incômoda.

Foi muito trabalho cuidar de mim mesmo. Agora, eu tinha que ser um guardião de outro. Não havia como eu ficar feliz com isso.

No entanto, agora…

 

Enquanto trabalhava diligentemente com a faca, examinei os tratamentos para febre, nariz e garganta entupidos e tosse. Além disso, considerei outras complicações que as crianças pequenas sofrem com o resfriado.

Eu não sabia nada com certeza sobre isso.

Eu postei um post na comunidade e procurei por desafiantes que sabiam muito sobre crianças e resfriados.

Felizmente, havia alguns desafiantes que tiveram experiência em criar filhos.

Fazia meses desde que eu conversei com as pessoas da comunidade pela última vez.

 

Eu me senti muito triste pela criança que estava se contorcendo ao meu lado devido à estar doente. Ainda assim, cuidar da criança e conversar com as pessoas da comunidade não era ruim.

Comentarios em Tutorial: Capítulo 133

Categorias