iLivro

Tutorial 13º Andar (Parte 6)

[25ª Sala]

Está há direita.
Eu rapidamente levantei meu braço e bloqueei a onda de choque que estava emanando da minha direita. Fui empurrado até as costas.
Felizmente, não acabei caindo e rolando no chão.
Meu braço também estava seguro porque usei a habilidade Parede de Ferro.

Pang!

Movi meu corpo imediatamente e esquivei a trajetória da palma explosiva.
Eu preciso forçar a batalha a ser de perto se eu quiser lutar contra esse monge.
Quando há distância, o monge joga os punhos no ar livremente sem quaisquer obstáculos, enquanto eu tenho que esquivar uma infinita barragem de ondas de choque.

Se isso continuar, eu acabarei por ser atingido antes que o monge colapse do veneno.
Provavelmente eu poderia vencer se eu prolongar a luta, mas eu ainda tenho que avançar para esse monge e fechar a lacuna para garantir minha vitória.
Avancei para o peito do monge e balancei o punho.
Todas as minhas armas estavam quebradas ou dispersas no chão em algum lugar.

Tudo o que eu tinha restante era o combate de mãos nuas.

O monge tem um corpo superior em comparação com o meu.
Ele também tem maior alcance.
Ele também está muito mais acostumado com essa escuridão do que eu.
Estou em desvantagem de três formas diferentes, mas o monge foi infectado pelo veneno.
Então, vou vencer se eu apenas aguentar.

Os movimentos dos monge são muito rígidos.
Ele não está sendo flexível em sua resposta aos movimentos do oponente.
Ele não tenta ocultar a intenção de seus movimentos fazendo coisas estranhas também.
Ele apenas executa completamente a forma da arte da luta que ele conhece.
Então, se eu reconheço a posição do monge e movimentos minúsculos em seus músculos, posso prever o ângulo de seu ataque e responder a ele de acordo.

Tenho duas vantagens.

[Amplificação Sensorial]

Eu me aproximei do monge e usei a habilidade.
Em um momento como esse, mesmo que seja apenas um buff minúsculo, eu deveria aumentar meus sentidos e prever os movimentos do monge.
Normalmente, eu não uso essa habilidade muitas vezes porque sua duração é muito curta. No entanto, é extremamente importante nesse momento.

Olhei para os movimentos dos ombros, da cintura, joelhos e músculos do braço direito, eventualmente discernindo as intenções do monge, como já experimentei seus movimentos várias vezes.
É um ataque de soqueiras apontado para o meu coração.

Abaixei rapidamente meu corpo e ajustei minha mão esquerda para bloquear o punho do lado. Fechei a lacuna.

Pang!

Uma onda de choque foi gerada do lado esquerdo e atingiu o lado da minha cabeça.
Eu acho que meus tímpanos vão estourar.

Por enquanto, ignorei o dano e tentei executar o meu plano.
Meu punho direito saltou para atacar o lado esquerdo do estômago do monge.

Esse é o estômago, o lado oposto de onde a ferida venenosa está nas costas.
O monge mudou instantaneamente sua posição e parou meu punho.

Não era que ele viu meus movimentos anteriores e previu isso. Ele também não previu meu plano.
Ele simplesmente viu o punho voando para ele e então moveu sua posição para responder.
Não importa o quanto eu pense nisso, essa foi uma velocidade de reação insana.

O monge agarrou meu braço e me jogou no chão como um praticante de judô.

[Lampejo]

Pouco antes de colidir com o chão, usei Lampejo no mesmo ponto.
Com isso, embora eu não vá a nenhum lado, eu não experimentaria o impacto por causa do Lampejo negar o impulso.

Levantei meu corpo nesse estado e bati no rosto do monge com a mão esquerda.
Não tomei uma posição adequada. Eu simplesmente balancei meu punho. Ainda assim, atingiu o seu rosto.

Essa foi a primeira vez que machuquei com sucesso o monge com um ataque direto.
O monge enfraqueceu bastante.
O veneno está percorrendo seu corpo, então é óbvio.

Por causa do choque em sua cabeça, o monge não conseguiu tomar uma posição adequada. Eu avancei para o monge e empurrei seu corpo.
Como os monges tinham corpos muito robustos, eles tinham uma tendência a serem lentos em resposderem quando sua cabeça era batida.
O monge caiu no chão. Fiquei certo enquanto eu montava em seu corpo.
Eu venci.

***

[30ª Sala]

[Bem-vindo, Desafiante. Já faz muito tempo desde que vi alguém chegar tão longe.]

Ao ouvir a saudação do monge, chequei a mudança nos sentidos.
Foi o sentido de tato.
Desde a 20ª sala, as salas tinham uma estranha escuridão que bloqueava completamente minha visão. Agora, até paralisou meu sentido de tato.

É realmente estranho.
É assim que é sentido quando se é completamente anestesiado e ainda é capaz de caminhar de alguma forma?

Levantei a mão e toquei ao redor do meu rosto.
Meus sentidos foram efetivamente anulados; meu rosto, mão ou o braço e ombro que apoiava a mão não pareciam existir.

Essa estranha falta de sensação gerou medo desconhecido em mim.
Parecia que estava nadando no mar profundo.

[Você está bem, Desafiante?]

Tendo ouvido o monge, eu me controlei.

“Você disse que faz algum tempo desde que viu alguém chegar tão longe, certo?”
[Eu disse, Desafiante. Há algo sobre o que você está curioso?]

Fiquei tão feliz que eu ainda pudesse ouvi-lo.
Eu ainda posso falar corretamente.

“Ah … ah”

Tentei fazer sons novamente.

Embora eu não conseguisse sentir os meus lábios, língua, pescoço e cordas vocais se mexerem, eu estava fazendo sons adequados através da minha voz.
Esse fato parecia misterioso de alguma forma.

“Quantos … desafiantes … desafiantes vieram … vieram antes de mim …”

Droga.

[Uuhurhurhur!  Você com certeza fala engraçado. Primeiro, tente se acostumar com esse lugar um pouco mais.]

Quando falei sem pensar nos efeitos misteriosos da sala, pronunciei as palavras enquanto meu corpo se lembrava. No entanto, quando eu tentei falar enquanto estava consciente sobre a sala, as pronúncias ficaram meio presas.
Eu me sinto tão envergonhado.

[Experiências como essa provavelmente não são comuns. Resistir as condições desse lugar é um treinamento excelente por si só. Primeiro, recomendo que tome algum tempo e espere até se acostumar com esse lugar.]

Como disse o monge, fui silenciosamente a um canto da sala e me sentei.
Eu nem consigo sentir o chão.
Com os olhos fechados, nem sequer posso dizer se estou sentado ou deitado.
Na verdade, já que não consigo ver nada, mesmo com os olhos abertos, é o mesmo.
Como eu passei algum tempo para me acostumar com o lugar, eu decidi organizar meus pensamentos.
Esse monge não está me atacando.
Ele tomou uma decisão estranha, mas é um fato definitivo.
Eu confirmei isso várias vezes enquanto eu sentei na 30ª sala.
Eu deveria ter muito tempo para organizar pacientemente meus pensamentos.

Esse lugar paralisou a sentido de tato, o que criou um bom ambiente para focar meus pensamentos.
Pensei lentamente sobre as ações que tomei desde que entrei na fase do 13º andar.

Em primeiro lugar, minha atitude era mais ou menos a mesma coisa que antes de chegar aqui.
Como sempre tive, tive desejo por pontos de experiência e crescimento. Além disso, fiquei curioso sobre a nova fase.

No entanto, quando conheci os monges e conversei com eles, minha atitude mudou pouco a pouco.
Eu ri da filosofia no começo, mas isso foi só por um curto período de tempo. Fiquei intrigado por ter conversas com eles. Foi interessante aprender coisas novas trocando ideias com eles.

Eu relembrei, reconhecendo que eu estava me sentindo muito sozinho no momento. Com isso em consideração, percebi que o meu comportamento não era tão estranho.
Não era estranho para uma pessoa solitária se aproximar rapidamente de alguém que ele pudesse conversar sobre um tema de interesse mútuo e apreciá-lo.
O problema era que os monges eram os inimigos nessa fase que eu tive que vencer de qualquer maneira. Além disso, o outro problema era que, inadvertidamente, baixei minha guarda mental.
Acho que existem dois problemas.

Eu não preciso me preocupar muito com o primeiro.
Esses monges são definitivamente muito acolhedores em relação aos desafiantes, e eles parecem gostar de ter conversas com os desafiantes.
Além disso, eles nunca atacam o oponente aproveitando o momento em que a guarda do oponente está baixa.
Novamente, isso é algo que eu confirmei ao encontrar muitos monges diferentes.
Além disso, estou mantendo o estado de alerta suficiente para responder se o monge me atacar de repente enquanto conversamos.

Claro, acho que seria um problema grave se eu me tornasse tão frouxo mesmo quando enfrentava inimigos que não são monges.
Eu não deveria deixar isso acontecer.

O segundo problema apareceu em mim porque nunca me diagnostiquei com precisão.
Tenho duas fraquezas. Atualmente, estou extremamente solitário e estou se abrindo facilmente para aqueles que parecem aceitar.
Em primeiro lugar, não conhecia essas fraquezas.
Não consigo corrigi-las agora, mas agora que estou ciente disso, pelo menos, não terei que me preocupar em estar perto deles e em pânico depois.
De agora em diante, devo assistir.

Isso deve ser suficiente.
Não organizei todos os meus pensamentos, mas não me sinto tão desconfortável.

Agora, eu deveria me concentrar no que vier.
Primeiro, vamos tentar nos adaptar a esse espaço.

***

[32ª Sala]
[Desafiante, então tente ir para a próxima sala. O Mestre Monge o aguarda. Espero que você passe o julgamento final.]

O monge estava dizendo palavras de despedida. Olhei para o monge e expressei minha sincera gratidão por sua luta.

[Você gostaria de continuar?]

Claro.

Abri a porta da 32ª Sala e entrei no corredor de junção. Minha visão e sentido de tato voltaram.
Surpreendentemente, senti-me sobrecarregado pelos sentidos. Que estranho …
Primeiro, chequei a hora.

[15ª Rodada, Dia 27, 07:30]

Eu estava preocupado com o tempo, mas não estava tão atrasado quanto eu pensava.
Pude passar da 30ª Sala para a 32ª Sala com uma facilidade muito maior do que eu esperava.
Não foi nada especial.
Era só que os monges nessas salas não estavam bem adaptados às condições de sua própria sala.
Os monges se concentraram em manter sua forma de arte para a perfeição e executar seus movimentos.
Por isso, não serem capazes de sentir os movimentos dos seus próprios corpos tornou-se uma grande penalidade.
Por outro lado, não me importo com a perfeição dos meus movimentos. Eu só me preocupava em avançar e atacar com sucesso.
Pude mover-me mais livremente do que eles.
Além disso, depois de algum tempo, eu consegui me adaptar às condições com maior facilidade do que as monges.
Eventualmente, consegui passar da 30ª Sala a 32ª Sala.
Na verdade, senti que as salas que vieram antes delas eram mais difíceis.

Segurei o cabo da porta da 33ª Sala.
Finalmente, essa é a última sala.

Assim que entrei na sala, não pude deixar de entrar em pânico, ficando paralisado pelos meus sentidos.
Claro, eu estava ciente de que meus sentidos ficariam paralisados.

No entanto … eu não sabia que todos os sentidos ficariam paralisados ​​ao mesmo tempo.
Visão, tato, olfato, audição e paladar…
Todos os sentidos foram paralisados.

[Bem-vindo, Desafiante. Eu sou o mestre desse templo.]

Em vez de ter os nervos do meu corpo removidos, parecia mais como se eu tivesse perdido meu próprio corpo. Eu estava entrando em pânico. Naquele momento, a voz do Mestre Monge ecoou dentro da minha cabeça.

Como ele pode se comunicar comigo?
Além disso, como eu ouvi isso?

[Pouco a pouco, você descobrirá. Não há necessidade de se apressar. Tente olhar ao redor.]

Como disse o Mestre Monge, espalhei minha ao redor e cutuquei os arredores.
Foi uma sorte que eu poderia, pelo menos, sentir as coisas através da mana.

Eu usei a mana para verificar meu corpo também, e eu percebi que havia arrepiado meus braços e rosto.
Parecia que meu corpo estava bastante surpreso.
Tenho uma montanha de perguntas.
Eu tenho tantas coisas que eu quero perguntar, mas não tenho certeza se podemos falar corretamente nesse lugar.
Não sei se o Mestre Monge poderá me entender.

[Está tudo bem. Eu consigo te entender.]

Como?

[É uma parte das Habilidades de Poder que recebi de um deus.]

Habilidade de Poder?

[Está certo. Atualmente, estou passando pelo julgamento para se tornar apóstolo de um deus, assim como você.]

Não fiquei surpreso com o fato de que o Mestre Monge sabia que estava passando pelo julgamento para se tornar apóstolo de um deus.
Eu também estava especulando que ele poderia ter algo parecido com as Habilidades de Poder.
Ele produz uma sensação semelhante ao uso das Habilidades de Poder.
Da mesma forma, o espaço emana o mesmo sentimento.

Será que os apóstolos podem se reconhecer?

[Para ser preciso, você está sentindo o poder santo. Por causa do poder santo, os sacerdotes podem dizer entre eles, naturalmente, aqueles que são servos de um deus. É também uma forma de identificação. Você não estava ciente disso?  Você está bem desinformado quando se trata do conhecimento comum.]

Você é capaz de me comunicar coisas. Isso também é por uma Habilidade de Poder?

[Não. Essa é uma técnica manifestada através da mana. Mais importante, você acalmou seus pensamentos agonizando?]

Pensamentos agonizando?  Você está ciente dos meus pensamentos preocupantes?

[Eu estava observando tudo desde que você entrou nesse templo.]

Como?

[Usando o mesmo método que você está usando para me ver.]

Você está dizendo que você espalhou mana e me observou através da detecção.
Você está na 33ª Sala, mas você pode ver todo o caminho até a 1ª Sala.
Eu estou testemunhando um demônio tão ridículo.
Acho que posso morrer aqui.

[Você tem pensamentos grosseiros.]

É culpa daquele que olhou a minha mente.
Meus pensamentos preocupantes foram resolvidos até certo ponto.
A raiz do problema era que eu não conhecia os problemas em primeiro lugar.

[O primeiro passo para resolver um problema é identificar a causa.]

[Bem, então, vou lhe contar os detalhes do julgamento.]

[O julgamento final começará.
Descrição: Seja reconhecido por Armout, o mestre do templo e aquele é abençoado por um deus. Prove que sua proclamação não eram apenas palavras vazias.]

[Condição de conclusão:
Aguente ambos os julgamentos de Armout e ganhe seu reconhecimento.

Comentarios em Tutorial: Capítulo 78

Categorias