iLivro

Demondal

 

Uma brisa refrescante soprava sobre as planícies úmidas. O céu azul estava coberto com muitas nuvens macias que se espalhavam. Alguns cavaleiros de aspecto áspero se destacaram em contraste com esta paisagem pitoresca. Havia dez deles. Os dois na liderança eram diferentes dos outros oito. Eles usavam os mesmos mantos de couro e montaram o que parecia ser a mesma raça de cavalos castanhos escuros. Apenas um deles tinha uma bolsa bastante pesada presa à sua sela, mas o resto do equipamento era aproximadamente o mesmo. Os outros oito, por outro lado, pareciam terríveis. Eles montavam uma variedade de raças de cavalos. O equipamento consistiu em armadura de couro e em pano desgastado, caso contrário, estariam semi-nus. Suas armas também eram apenas arcos simples ou lanças de ossos e, se não, então espadas cobertas de ferrugem. Embora seu equipamento fosse pobre e carecesse de igualdade, todos os oito compartilhavam um brilho de desejo em seus olhos.

A distância entre os dois cavaleiros que fugiam e os oito cavaleiros em perseguição diminuía a cada momento.

“Não os deixem escapar! Atrás deles!”

“Peguem-os!”

“Cortem-os!”

Os oito cavaleiros em perseguição levantaram suas armas e gritaram gírias vulgares com alguns zombamentos ocasionalmente misturados. A julgar pelos seus equipamentos e personalidades, sem dúvida,“Bandidos de estrada” ou “Salteadores” lhes serviam. No entanto, em contraste com suas aparências ásperas, sua coordenação foi magnífica. Os dois cavaleiros sendo perseguidos pareciam estar sendo conduzidos como os outros oito formaram uma formação em leque. Cada cavaleiro manteve uma distância fixa um no outro, e em um piscar de olhos já estavam meio cercados.

“Fogo!”

O homem que usava uma armadura de couro na frente do grupo levantou a lança e gritou. Parecia que ele era o líder dos bandidos. Seguindo suas ordens, os dois arqueiros em cada flanco desencadeavam flechas em arcos curtos simples.

No flanco direito, um homem com um rosto tatuado gritou:“Foda-se!!!”

Usando isso como seu sinal, os outros três também puxaram suas cordas de arcos até esticarem e, simultaneamente, soltaram suas flechas. As flechas assobiaram ligeiramente no ar. Se os dois cavaleiros que fugiam ouviram, ou olharam para trás por acaso, eles imediatamente mudaram de direção, manobrando inteligentemente seus cavalos para esquivar das flechas, uma após a outra.

As habilidades dos perseguidores com o arco e as habilidades dos perseguidos com o manuseio de seus cavalos. A diferença nessas habilidades foi clara. O objetivo dos dois cavaleiros era deixá-los desperdiçarem suas flechas.

“… tch. Aponte para o da direita!”

O líder clicou em sua língua e deu suas ordens. Tudo de uma vez eles se concentraram no único cavaleiro à direita. Desde o início, o da direita tinha a grande bolsa de couro ligada à sela. Seus movimentos foram mais lentos que o do lado esquerdo. O cavaleiro sob o fogo concentrado esquivou ferozmente as flechas entrantes. No entanto, a gravidade da barragem de fogo só se intensificou e, de repente, uma flecha atingiu seu alvo.

“!!”

O cavalo com a flecha perfurada em suas costas relinchou e descontroladamente caiu no chão. A bolsa de couro anexada à sela abriu e derrubou garrafas preenchidas com um líquido azul pelo chão.

O cavaleiro, aparentemente, saltou de sua sela de antemão. Ele esticou as pernas, tendo aprendido a cair corretamente, e ficou quase completamente ileso.

“Um deles foi derrubado!”

“Hyahaa!  Mate-o!”

Os bandidos estimulavam seus cavalos a velocidades ferozes.

“Haahahaha, morraaaa!”

Um sorriso cruel percorreu no rosto do líder dos bandido quando ele esticou a lança e investiu diretamente em sua presa. A ponta de lança afiada emitiu uma luz diabólica.

Em frente à lança que se aproximava, o cavaleiro caido levantou-se e jogou a capa no ar. Ele então virou as costas para os bandidos e começou a correr a toda velocidade.

O líder dos bandidos o zombou, claramente pensando que ele era um idiota. Mesmo com sua velocidade, ele não conseguiria superar um cavalo.

A distância entre eles fechou em um piscar de olhos. O líder dos bandidos apunhalou sem piedade contra as costas indefesas da presa fugindo. A lança afiada pegou facilmente o manto, perfurando-o.

No entanto, era leve. Muito leve. O manto enrolou-se em torno da lança, uma vez que não encontrou resistência. Ele percebeu tudo tarde demais. Naquele momento, o cavalo em que o líder dos bandidos estava cavalgando soltou um estrondo sem dor antes de cair.

Ele havia caido.

O líder dos bandidos, incapaz de se manter em sua sela, foi jogado para a frente e bateu no chão com as costas. “Gue-!” Ele soltou um grito de dor devido ao impacto.

A lança caiu de sua mão, mas ele não prestou atenção quando ele rapidamente se levantou, desembainhando a espada na cintura.

O cavalo em que ele estava andando, um momento atrás, estava se contorcendo em agonia com a perna dianteira esquerda cortada.

No momento seguinte, uma sombra negra caiu sobre ele. O líder dos bandidos, tendo visto a verdadeira forma de seu inimigo, abriu os olhos com espanto.

“É você!?”

Ele tremia quando a sombra negra silenciosamente o ignorou e segurou seu sabre ao seu lado. Durante todo o tempo, os olhos azuis da sombra estavam estreitados. A sombra era um jovem com cabelos loiros e olhos azuis. Ele provavelmente poderia ser confundido com uma garota com sua pequena estatura. Ele tinha olhos azuis e destemidos. Ele mantinha seus longos cabelos loiros em um rabo de cavalo na parte de trás de sua cabeça para evitar que ele ficasse no caminho. Segurando em sua mão direita havia um sabre simples. Embora, as palavras que melhor lhe descrevessem seria –

Completamente preto.

Em sua testa havia um protetor de testa feito de ferro negro, seu rosto até o nariz estava coberto por um lenço preto, ele usava luvas de couro preto e protetores de canela de couro preto. Seu corpo estava completamente coberto de roupas pretas. Em seu cinto havia uma adaga preta embainhada, e nas costas estava a bainha preta de seu sabre. Essa aparência foi sem dúvida a de um –

“『Ninja』! ” Gemeu o líder dos bandidos.

“Ninja”.

Embora ele não fosse um verdadeiro “Ninja” japonês. Ele era mais um estrangeiro vestido de 『Ninja』.

“Ninja!  Andrei o Ninja!?”

“Puta merda!!  Ele é o verdadeiro!?”

“Naquele momento, ele trocou o seu manto…!”

O resto dos bandidos também começou a tremer.

Andrei o Ninja.

Dentro deste mundo, ele estava entre os mais proeminentes, e suas habilidades e aparência atenderam a sua reputação.

Em face do poderoso Andrei, seus subordinados tremiam de medo, mas o líder dos bandidos os ignorava. As ondas de choque diminuíram e foram lentamente sendo substituídas pela sensação de seu sangue fervendo. Era o espírito de luta dele. Ele queria trocar golpes com alguém forte. Ele queria testar seu poder. Era um desejo puro.

“… Eu queria lutar com você alguma vez …!”

Sua expressão assustada foi substituída por um sorriso feroz. Ele preparou sua espada, apontando a ponta para a cabeça de Andrei. Ao mesmo tempo, Andrei tornou-se um borrão preto. Então veio um flash prateado e o som do ar sendo cortado. Ele sabia que tinha sido cortado. O líder dos bandidos tentou deixar um chocado “O qu-?” Então ele percebeu algo.

Ele não podia falar. Em sua visão periférica, ele podia ver o sangue vermelho vazando de seu próprio pescoço. Suas cordas vocais provavelmente foram destruídas. Sua carótida também havia sido cortada em pedaços. O ataque foi um rápido e limpo um golpe, uma morte.

O líder dos bandidos ainda impressionado simplesmente engoliu sua surpresa. Ele recebeu uma mensagem 「Sagrou até a Morte」 e caiu no chão como uma boneca. Assim mesmo, ele se tornou um 「Cadáver」 sem palavras.

“C-Chefe!”

“Seu cusão, você se atreve!?”

Dois dos bandidos entraram em uma fúria em vez de congelar com medo. Eles se inclinaram para seus cavalos e foram cavalgando em direção a Andrei. Os dois bandidos se especializaram em armas de mão longas, como lanças e clavas. Eles investiram a toda velocidade e tentaram cercá-lo.

Andrei preparou seu sabre na mão esquerda e puxou a adaga negra com a outra.

“Tome issoooo-!”

“Morraaaaaaa-!”

Ambos os subordinados levantaram suas armas enquanto avançavam. À primeira vista, Andrei estava em uma situação terrível. No entanto, ele mesmo estava calmo. Ele sabia que ele não estava sozinho.

Crack!  O som de um galho quebrando ecoou através do ar.

“O que foi isso?”, perguntou o magricela barbudo, o bandido que carregava a lança. Com uma expressão intrigada, ele se virou para olhar atrás dele.

Algo estava assobiando pelo ar. No próximo momento, a cabeça do bandido magricela barbudo foi enviada a voar. Como uma fonte, o sangue brotou de seu pescoço. Foi, sem dúvida, 「Morte Instantânea」. Ele perdeu toda força e se tornou um 「Cadáver」, lentamente tombando para a frente até ele cair de seu cavalo.

Somente alguém com uma visão cinética fortalecida teria sido capaz de testemunhar isso. De longe, uma flecha, voou e perfurou o pescoço do bandido, rasgando-o de forma esplêndida.

“Mas que inferno?!”

O bandido que galopava em direção à Andrei com sua clava levantada não podia deixar de parar o cavalo depois de testemunhar a morte de seu parceiro. Ele olhou para trás, tentando descobrir o que aconteceu. Um manto flutuava e um cavalheiro podia ser visto. Era o cavaleiro que estava fugindo com Andrei.

Ele usava uma armadura de couro sutilmente ornamentada com uma pena decorativa no capacete. A metade inferior do rosto estava escondida por um pano. O bandido mal conseguia ver os olhos negros do jovem. Na sua cintura havia um único sabre, mas o que se destacava era o arco vermelho que estava em sua mão esquerda.

O arco composto era um pouco maior do que o que normalmente seria usado a cavalo, e também liberava uma presença estranha.

A cor vermelha se destacava contra a planície coberta de grama verde e a luz do sol brilhava atrativamente na elegante curva do arco.

Um dos bandidos gritou:“Mate ele!” E o resto dos bandidos atordoados rapidamente recuperaram seus sentidos.

No entanto, era muito tarde. O jovem de olhos pretos já havia acertado outra flecha. De uma só vez, ele puxou o arco e soltou sua flecha do alto do cavalo galopante. Crack!  A flecha disparada foi como um feixe de luz prateado direto no bandido o fazendo gemer.

O som profundo da flecha perfurando a carne ressoou como se estivesse vindo de seu núcleo.

O bandido que carregava a clava e estava indo em direção à Andrei foi expulso de seu cavalo como se tivesse sido empurrado. Saindo do lado esquerdo de seu peito estava uma flecha branca emplumada. O bastão que o bandido empunhava caiu no chão com um baque. Ele atingiu com precisão o seu coração com um golpe crítico. O bandido que segurava a clava só podia olhar pasmado, assustado com a flecha que perfurou sua armadura de couro com facilidade.

“Merda…!”

Murmurou o bandido antes que o restante de seu HP acabasse e ele se tornasse um 「Cadáver」.

” Seu bastardo, que tremenda habilidade!”

“Não é apenas sua habilidade, esse arco é perigoso!”

Entre os bandidos inquietos, um com uma armadura de couro chapeada com metal pesado gritou com vigor:“Ok, deixe-o para mim!”, Enquanto ele puxava seu escudo de madeira. Então, enquanto cavalgava ele gritou:“Venha, seu arqueiro  de merda…”

Ele repetidamente bateu seu escudo com a maça como se estivesse dizendo algo como “Apenas tente!”

“…”

O garoto de olhos pretos estreitou os olhos e puxou o arco até onde podia.

Uma luz prateada lambeu a flecha enquanto voava genuinamente com tremenda velocidade no bandido com o escudo. Mesmo que a flecha fosse muito rápida para ser vista, o bandido sabia que estava lá porque estava vindo direto para ele. Ele sorriu ferozmente porque já estava preparado para tomar a flechada com seu escudo.

Crack.

A flecha esmagou o escudo em pedaços, sem perder a força e atravessou para o outro lado. Sua armadura de couro chapeada de metal foi perfurada como se fosse feita de papel.

“Oh …!”

A força combinada da flecha e o bandido cavalgando fizeram com que ele fosse lançado como uma bola de sinuca. Enquanto seu sangue era pulverizado em um arco maravilhoso através do ar, ele atingiu o chão. Sem nem mesmo uma contração, era uma 「Morte Instantânea」.

O cavalo agora sem cavaleiro continuou a galopar. Seus cascos ecoaram enquanto continuava a galopar pelo garoto de olhos pretos.

“… Eles pegaram o James…”

“Merda, esse arqueiro é demais!”

“Isso não é bom, vamos correr!”

Entre o poder ilimitado do arco e o portador um tanto desumano, os bandidos perderam completamente a vontade de lutar. Eles se inclinaram para seus cavalos e começaram a fugir a toda velocidade.

O jovem de olhos pretos levou seu cavalo para um galope e começou a atacar. Os bandidos correram em padrões aleatórios de ziguezague para evitar de serem atingidos.

Mas, tudo foi em vão.

Um twang tocou dois, três vezes. A prata das flechas piscou e, um após o outro, os bandidos foram derrubados. Assim, três dos bandidos foram mortos a flechadas. No entanto, o último foi um pouco mais afortunado. Mesmo que ele tenha dado uma flechada direta, porque atingiu seu ombro não foi uma morte instantânea. Sua figura desapareceu gradualmente enquanto ele correu em direção às colinas.

“…”

O jovem parou seu cavalo em uma pequena colina, não querendo perseguir o bandido até muito longe. Com uma flecha ainda escondida, ele olhou os arredores.

Ao leste, estava o gramado nas colinas que iam até aonde os olhos podiam ver. Ocasionalmente, o som do vento sussurrando e carregando as folhas podia ser escutado.

Para o oeste era uma cordilheira impressionante que de tão alta, ficou um pouco nebulosa. Uma floresta se espalhou pela base das montanhas. Apenas na frente da floresta, a pequena figura do bandido com a flecha no ombro podia ser vista fugindo desesperadamente. Ele continuou a ficar mais pequeno nos olhos afiados do garoto quando o bandido continuou correndo.

O jovem permaneceu em guarda por mais dez segundos ou mais. Depois de determinar que não havia mais inimigos e ninguém tentando uma emboscada, ele voltou para onde Andrei esperava.

“…”

Andrei se ajoelhou ao lado de seu cavalo castanho escuro e abaixou a cabeça. O cavalo sofria com a flechada na parte traseira.

“… Você está bem?”, O jovem perguntou em inglês perfeito e fluente. Ele colocou o arco sobre suas pernas e devolveu a flecha à aljava.

Andrei ergueu a cabeça e gritou amargamente:“Com o inferno, que estou bem!” Ele também falava inglês, mas seu sotaque russo escorregou, pois ele teve alguma dificuldade em pronunciar o ‘R’. “Veja!  Basta olhar para isso!  É terrível!” Ele levantou-se com raiva e fez gestos exagerados em relação a todas as garrafas dispersas.

As garrafas estavam espalhadas sobre a grama macia, talvez devido ao impacto, a maioria delas estavam quebradas. Quase todas as garrafas inteiras podiam ser vistas. A maioria do líquido azul que uma vez guardavam havia vazado.

“As「 Grandes Poções」foram desperdiçadas!  Quase … quase todos elas, você sabe!  Mesmo que eu os tenha comprado tão barato!  ‘Urvan’ não é tão longe daqui!  Terrível, isso é simplesmente terrível!  Agora … agora estou no vermelho …”

Ao falar, Andrei gradualmente perdeu a força até que ele começou a soluçar e caiu sobre os joelhos.

Mesmo enquanto o garoto de olhos pretos o olhava com lamentavelmente, ele sacudiu a cabeça ligeiramente desapontado.

“… Até lhe disse para não ficar ganancioso. É assim porque você era ganancioso e tentou trazer todos ao mesmo tempo “.

“Mas, Maaaaas!”

“Pelo menos, se você não tivesse sobrecarregado seu cavalo, poderíamos ter conseguido. Estou errado?”

“Ngh…”

Andrei não reagiu para nenhum dos fatos listados pelo jovem. Aquele que se recusou a reconhecer o aviso do jovem e forçou seu cavalo a carregar uma grande quantidade de poções não era outro senão ele mesmo.

“… Em vez disso, se você tivesse usado seu arco desde o início, eles poderiam ter recuado!  Por que você não atacou mais cedo?!”

Andrei levantou-se, sabendo que estava em uma situação ruim, fez gestos exagerados e tentou mudar o ponto de interesse.

“Ei, ei, quem é pago para ser guarda-costas?”

“Ngh-”

“Pense nisso, você já ouviu falar do cliente que protege o guarda-costas?”

“Gu-”

“Você deveria estar agradecido por não ter deixado você para trás, em primeiro lugar. Se eu tivesse, eu teria conseguido facilmente ter ido embora, sem nenhum risco.”

“Gununu-”

Depois de ser contrariado, Andrei gemeu com uma expressão aborrecida.

Ele abriu a boca como se quisesse responder, mas, como ele não estava em posição para argumentar, ele simplesmente se afundou de joelhos.

“Sério, dizendo que eu sou o único que pediu um guarda-costas. Mas, quantas vezes pensei em deixar você?  Eu carrego objetos de valor como você sabe …”

O Jovem de olhos pretos murmurou para si mesmo enquanto segurava o arco no colo.

“Kuh … merda, Kei, isso é culpa sua!  Tudo porque você tinha que pedir um guarda-costas!  Eu pensei que era uma oportunidade rara, mas eu estava errado em aceitá-la!  Se eu tivesse recusado, eu poderia ter continuado sem tocar nessas poções!  Droga!  Droga…”

Andrei aparentemente cuspiu as palavras com resignação quando ele mais uma vez se acalmou. Sua força parecia ter cedido e ele caiu com um baque. Então ele começou a brincar calmamente no chão com o dedo.

Ele estava apenas tendo uma birra. O garoto de olhos pretos, chamado Kei, suspirou.

Ao olhar muito para trás, em direção à visão da grande montanha, Kei murmurou em japonês,“Não que eu me importasse…”

Comentarios em Vermillion: Arco 1 Capítulo 0

Categorias