iLivro

 

 

Kei sonhava distraidamente.

Um sonho de brincar com um amigo da sua infância.

Parecia inocente e divertido.

Talvez fosse uma memória. Seu eu mais jovem correu por aí.

Assim como a areia, ele se espalhou suavemente até desaparecer.

 

Uma sala branca.

Da janela, viu um pássaro batendo suas asas.

Ele simplesmente seguiu o vôo do pássaro no céu limpo com os olhos.

Em cima da cama limpa, ele ficou imóvel. Totalmente imóvel.

Ele gentilmente fechou os olhos.

 

Tudo estava tingido de azul.

O mundo caiu e cresceu com uma tonalidade azul clara.

Não era difícil respirar.

É apenas como as coisas eram.

Ele nem sequer ficou assustado.

Ele estava afundando. Afundando em si mesmo.

Profundo e mais profundo –

– Ele continuou andando por causa do que sentiu a algum tempo.

Diretamente na frente dele, havia um espelho.

Um espelho que não refletia nada.

Não, ele podia ver algo se ele focasse seus olhos.

 

Os cabelos pretos e os olhos negros subiam à superfície.

Armadura de couro sutilmente ornamentada.

Um elmo emplumado.

Um único sabre ao lado de sua aljava em seu quadril.

E um arco vermelho na mão esquerda.

“…Sou eu.”

Suas palavras murmuradas ressoaram claramente.

Assim que ele se reconheceu, a imagem ficou clara.

Kei.

Então ele se chamou uma vez.

Até agora, seus dois seres viviam um ao lado do outro.

 

“…Meu … corpo.”

 

Ele fez um punho e apertou.

Sua mão constantemente ficava firme e relaxada. O sangue percorreu suas veias. O formigamento de seus nervos para todas as extremidades.

Ele sentiu tudo com firmeza.

 

Antes que ele soubesse, o espelho desapareceu diante de seus olhos.

Em seu lugar, um longo caminho se estendia.

De alguma forma, seu ambiente parecia vivído.

Um cavalo saltitando energeticamente.

Uma menina vestindo um manto de penas.

Era quase como uma lanterna giratória.

As ilusões de sombras não sussurraram a ninguém em particular:“Vamos lá”.

E Kei deu o primeiro passo em frente.

 

Comentarios em Vermillion: Arco 1 Capítulo 3

Categorias